Parkinson e as diferenças entre gêneros

Os sintomas do Parkinson variam de pessoa para pessoa. Mas, à medida que a doença progride, a maioria deles – tremor, rigidez, lentidão dos movimentos, alterações na fala – atinge todos os pacientes, ainda que em intensidades distintas. Os cientistas, no entanto, vêm percebendo algumas diferenças bem sutis na forma como o Parkinson se manifesta em homens e em mulheres. Alguns estudos já mostram que o tremor, por exemplo, é mais ...

Leia Mais

diferenças entre gêneros

A depressão na doença de Parkinson

Quadros de depressão e ansiedade são extremamente comuns em pacientes com doenças crônicas. Em parkinsonianos, transtornos mentais são ainda mais recorrentes. Estima-se que a depressão, isoladamente, é a alteração não-motora mais comum na doença de Parkinson, presente em quase 50% dos pacientes. Quando não tratada, ela chega a intensificar os outros sintomas da doença, além de comprometer a capacidade cognitiva e, consequentemente, ...

Leia Mais

Depressão na doença de Parkinson

Problemas de pele na doença de Parkinson

A doença de Parkinson afeta principalmente os movimentos. Mas, ela traz uma lista extensa de sintomas não-motores: depressão, perda olfativa, alterações na fala e... problemas de pele. Sim, o Parkinson afeta de forma desagradável e, às vezes, grave, a pele, o maior órgão do corpo humano, de diversas maneiras. Conheça os três problemas de pele mais recorrentes na doença de Parkinson e como controlá-los. (mais…)

Leia Mais

problemas de pele no parkinson

Entenda os períodos off no Parkinson

Enquanto não se descobre a cura ou uma forma de impedir a progressão da doença de Parkinson, os tratamentos focam em controlar os sintomas. Para garantir melhores resultados, cuidar rigorosamente das doses e dos horários é fundamental. E, na teoria, ao tomar os remédios com a regularidade correta, flutuações de sintomas não deveriam ocorrer. Porém, à medida que a doença progride, a levodopa, principal medicação usada para substit...

Leia Mais

Entenda o que são e como superar os períodos off

Antidepressivo no controle do Parkinson

Não raro, a medicina descobre que uma medicação, desenvolvida inicialmente para tratar uma doença, funciona também para controlar outra enfermidade. E, é justamente isso que pesquisadores da Michigan State University (MSU), nos Estados Unidos, acabam de descobrir. O neurocientista Tim Collier e sua equipe concluíram que o antidepressivo nortriptilina, indicado para o tratamento de depressão e de dor crônica, pode também reduzir a ...

Leia Mais

antidepressivo no controle do Parkinson

A fonoaudiologia no tratamento do Parkinson

Além dos sintomas motores conhecidos – tremor, desequilíbrio, rigidez, lentidão nos movimentos -, a doença de Parkinson afeta também a fala, a salivação e a deglutição. Estes sintomas não surgem para todos os pacientes no mesmo estágio da doença nem com a mesma intensidade. Na maioria das vezes, só são percebidos com o passar do tempo. Mas, vale o alerta: exercícios de fonoaudiologia no tratamento do Parkinson têm se mostrado ...

Leia Mais

fonoaudiologia no tratamento do Parkinson

Dr. Erich Fonoff fala sobre Parkinson e morte

  Parkinson Hoje segue com a série Dr. Erich Fonoff Responde no nosso canal no YouTube. Com a missão de trazer informações úteis e tirar dúvidas sobre o Parkinson, a série de vídeos responde às principais perguntas que os leitores têm sobre a doença, como os sintomas, os tratamentos e outros assuntos fundamentais para pacientes, familiares e cuidadores. Quem responde é o nosso diretor técnico, Dr. Erich Fonoff, ...

Leia Mais

Dr. Erich Fonoff fala sobre doença de Parkinson e morte

7 dicas para garantir uma boa consulta médica

Muita gente se intimida e sai da consulta médica com todas as dúvidas – ou até mais – que tinha quando entrou. Para não passar por isso, saiba como se preparar e tirar proveito de cada minuto dessa conversa. (mais…)

Leia Mais

dicas de como se preparar para a consulta médica

Nova droga para Parkinson é testada

Pesquisadores da Universidade Binghamton, nos Estados Unidos, desenvolveram uma nova droga para Parkinson, que pode reduzir a progressão da doença e também aliviar os sintomas em seus pacientes.   (mais…)

Leia Mais

nova droga para Parkinson

A importância da fisioterapia no tratamento de Parkinson

A primeira recomendação que todo paciente de Parkinson recebe é: faça uma atividade física com frequência. Independentemente da intensidade, muitos estudos já comprovaram que treinos regulares conseguem ajudar no controle dos sintomas motores da doença. Porém, é preciso conhecer a importância da fisioterapia no tratamento de Parkinson antes de calçar o par de tênis e suar a camisa. Um fisioterapeuta poderá montar um treino ou uma ...

Leia Mais

a fisioterapia no tratamento de Parkinson