Pesquisa mostra nova terapia para reduzir os tremores

Cientistas seguem em busca de algo para controlar os tremores, um dos sintomas mais conhecidos da doença de Parkinson. A última novidade, apresentada em uma pesquisa da University of Virginia School of Medicine, nos Estados Unidos, sugere que terapia baseada em ultrassonografia pode reduzir os tremores em pessoas que não se beneficiam dos efeitos da medicação anti-parkinsoniana. (mais…)

Leia Mais

reduzir os tremores

Doença de Parkinson: busque informações relevantes sempre

A informação é a melhor ferramenta para lidar com uma doença. Conhecer como ela afeta o organismo, quais são os tratamentos disponíveis e como é possível controlar os sintomas ajuda a enfrentar os desafios impostos por ela. Veja aqui 7 fatos importantes sobre a doença de Parkinson:   (mais…)

Leia Mais

7 fatos importantes sobre a doença de Parkinson

Dr. Erich Fonoff fala sobre Parkinson e hereditariedade

Parkinson Hoje segue com a série Dr. Erich Fonoff Responde no nosso canal no YouTube. Com a proposta de trazer informações úteis e esclarecer dúvidas sobre o Parkinson, a série de vídeos responde às principais perguntas que chegam ao nosso canal sobre a doença, como os sintomas, os tratamentos e outros assuntos fundamentais para pacientes, familiares e cuidadores. Quem responde é o nosso diretor técnico, Dr. Erich Fonoff, ...

Leia Mais

Dr. Erich Fonoff Responde sobre hereditariedade no Parkinsoon

Exercícios melhoram o equilíbrio e reduzem quedas

Um dos principais acidentes domésticos com idosos são as quedas. Elas podem ser dramáticas e devastadoras. Mais de 90% das fraturas de quadril, por exemplo, acontecem após uma queda. No Brasil, os números também confirmam a fragilidade dos mais velhos: há uma queda para um entre cada três indivíduos com mais de 65 anos e, acima de 80 anos, quase metade das pessoas sofre uma queda por ano. Embora esta fragilidade seja parte do envelhec...

Leia Mais

Exercícios melhoram o equilíbrio

Café não melhora os sintomas do Parkinson

Vários alimentos já foram consumidos em grande quantidade por fazerem bem e, depois de um tempo, banidos da dieta ou, pelo menos, rebaixados do posto. Ovo, abacate, manteiga para citar alguns. Para o paciente de Parkinson, a expectativa por benefícios naquilo que se consome segue a mesma linha. Ora pode e faz bem, ora não altera nada. A última notícia é sobre o café. Ao contrário do que se acreditava, o café não melhora os sintomas do ...

Leia Mais

café não melhora os sintomas do Parkinson

Agrotóxico associado ao Parkinson é proibido no Brasil

Agrotóxico associado ao Parkinson é proibido pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Muito popular nas áreas rurais do Brasil, a substância é usada para acabar com as ervas daninhas em plantações de milho, soja, feijão e algodão principalmente. Após um estudo profundo, iniciado em 2008, concluiu-se o poder tóxico desta substância e o risco de ela levar ao desenvolvimento da doença de Parkinson. (mais…)

Leia Mais

agrotóxico associado ao Parkinson é proibido

Parkinson e as diferenças entre gêneros

Os sintomas do Parkinson variam de pessoa para pessoa. Mas, à medida que a doença progride, a maioria deles – tremor, rigidez, lentidão dos movimentos, alterações na fala – atinge todos os pacientes, ainda que em intensidades distintas. Os cientistas, no entanto, vêm percebendo algumas diferenças bem sutis na forma como o Parkinson se manifesta em homens e em mulheres. Alguns estudos já mostram que o tremor, por exemplo, é mais ...

Leia Mais

diferenças entre gêneros

A depressão na doença de Parkinson

Quadros de depressão e ansiedade são extremamente comuns em pacientes com doenças crônicas. Em parkinsonianos, transtornos mentais são ainda mais recorrentes. Estima-se que a depressão, isoladamente, é a alteração não-motora mais comum na doença de Parkinson, presente em quase 50% dos pacientes. Quando não tratada, ela chega a intensificar os outros sintomas da doença, além de comprometer a capacidade cognitiva e, consequentemente, ...

Leia Mais

Depressão na doença de Parkinson

Problemas de pele na doença de Parkinson

A doença de Parkinson afeta principalmente os movimentos. Mas, ela traz uma lista extensa de sintomas não-motores: depressão, perda olfativa, alterações na fala e... problemas de pele. Sim, o Parkinson afeta de forma desagradável e, às vezes, grave, a pele, o maior órgão do corpo humano, de diversas maneiras. Conheça os três problemas de pele mais recorrentes na doença de Parkinson e como controlá-los. (mais…)

Leia Mais

problemas de pele no parkinson

Pesquisa mostra a importância de seguir tratamentos de depressão

A importância de seguir um tratamento medicamentoso à risca é indiscutível. Sem disciplina para coordenar doses, horários e até alimentos que não atrapalham a absorção, o resultado pode passar longe do esperado. Um estudo israelense, publicado no periódico Parkinsonism and Related Disorders, mostrou que a baixa adesão a antidepressivos está correlacionada a um aumento na mortalidade por todas as causas entre pacientes de Parkinson. ...

Leia Mais

baixa adesão a tratamentos de depressão