Como a doença de Parkinson pode afetar sua vida sexual

A doença de Parkinson, embora seja um distúrbio principalmente dos movimentos, afeta várias outras funções do corpo. A vida sexual é uma delas, uma vez que esta é diretamente ligada ao sistema nervoso, assim como Parkinson. De acordo com a American Parkinson Disease Foundation, esta doença neurológica, crônica e progressiva, pode reduzir o desejo sexual e também comprometer o orgasmo. Ou seja, o Parkinson afeta, ao  longo da vida, a ...

Leia Mais

a vida sexual também é afetada pela doença de Parkinson

Técnica ILS reduz discinesia em pacientes de Parkinson

A técnica chamada estimulação interleaving (ILS-Interleaving Stimulation, em inglês), usada na cirurgia de estimulação profunda (DBS), pode aliviar a discinesia, sintoma que provoca movimentos involuntários e descoordenados em pacientes de Parkinson. Este é o resultado de um estudo publicado no periódico Stereotactic and Functional Neurosurgery. Para outros sintomas, como distonia e tremores, a ILS não mostrou efeitos significativ...

Leia Mais

a técnica ILS reduz discinesia em pacientes

Café, exercícios e álcool com moderação reduzem a progressão do Parkinson

Enquanto não se descobre a cura nem como prevenir o surgimento do Parkinson, cientistas investem para encontrar formas de amenizar os sintomas e reduzir a progressão da doença. De acordo com um estudo publicado no periódico Movement Disorders, atividade física e consumo de cafeína e álcool (este com moderação) – antes do diagnóstico – protegem contra a piora motora e cognitiva de pacientes de Parkinson. (mais…)

Leia Mais

como reduzir a progressão da doença de Parkinson

Excesso de proteína pode comprometer a absorção da levodopa

Ninguém duvida da importância da alimentação na prevenção de doenças. Mas, cada vez mais, sabemos também a capacidade dos alimentos de facilitar -ou comprometer - um tratamento e o estado de saúde em geral. Em pacientes de Parkinson não é diferente. Diversos parkinsonianos relatam que uma grande ingestão de proteína, principalmente carne, pode levar a períodos off longos e incômodos. Ingerir muita carne com levodopa, a principal ...

Leia Mais

absorção da levodopa

10 fatos importantes sobre a doença de Parkinson

A doença de Parkinson atinge 1% da população mundial acima de 65 anos. Atinge também jovens, por volta dos 40 anos. É conhecida como a doença que causa tremores. Mas este é apenas um entre os diversos sintomas motores e os não-motores. A levodopa é a medicação mais utilizada para controlar a doença. No entanto, Parkinson exige um tratamento feito sob medida para cada paciente. A depressão, que afeta quase metade dos parkinsonianos, ...

Leia Mais

10 fatos importantes sobre a doença de Parkinson

Conheça o WAND, equipamento para tratar os tremores do Parkinson

2019 começa com uma boa notícia para pessoas com Parkinson, epilepsia e outras condições neurológicas. Um novo neurotransmissor, desenvolvido por engenheiros da Universidade da Califórnia, em Berkeley, consegue ouvir e estimular correntes elétricas no cérebro, simultaneamente. O grande avanço é que este equipamento pode realizar um tratamento específico e alinhado às necessidades dos pacientes. (mais…)

Leia Mais

WAND, marca-passo sem fio

Como aumentar a segurança ao cozinhar

A doença de Parkinson pode tornar tarefas simples do cotidiano em grandes desafios. Cozinhar com segurança é uma delas. Sem firmeza e estabilidade nas mãos, preparar pratos - ou simplesmente picar frutas e legumes - pode ser arriscado. Veja algumas dicas que ajudam a controlar ou contornar os sintomas durante o processo. (mais…)

Leia Mais

como cozinhar com segurança

FDA aprova Inbrija, medicação contra períodos off

Após um longo período de pesquisas e testes clínicos, a versão inalável de levodopa, a principal medicação usada no tratamento do Parkinson, é aprovada, nos Estados Unidos, pelo FDA (órgão do governo americano que regula venda e consumo de alimentos e medicamentos). Inbrija, nome comercial desta nova versão da droga, é indicada para quando a medicação oral já não controla com eficiência os sintomas da doença de Parkinson. ...

Leia Mais

inbrija, versão inalável de levodopa

Uma dieta rica em peixes pode evitar a doença de Parkinson

Não é de hoje que peixe é considerado um dos alimentos mais saudáveis que existe. Ele contém nutrientes que muita gente não ingere na quantidade adequada. Proteína de boa qualidade, vitamina D e diversas gorduras boas como ômega 3 estão entre eles. E, diversas pesquisas já mostraram os benefícios de colocar peixe no prato com frequência. O principal deles é proteger o coração e reduzir o risco de infartos e derrames. Muitos ...

Leia Mais

peixe evitar doença de Parkinson

Arrastar os pés ao caminhar pode ser um sinal de Parkinson

O tremor é o sintoma mais conhecido do Parkinson. Mas antes de ele surgir e de a doença ser diagnosticada, muitos pacientes percebem mudanças no organismo, não associadas a ela. No livro Parkinson’s Disease: Diagnosis and Clinical Management (Doença de Parkinson: Diagnóstico e Controle Clínico), um capítulo fala dos primeiros sinais, aqueles que passam despercebidos. Um sinal que atenção é o paciente arrastar os pés ao caminhar, ...

Leia Mais

sinais que surgem antes do diagnóstico do Parkinson