Consulte a cartilha: Como fortalecer a memória e aumentar a concentração

O canal Parkinson Hoje apresenta a sexta cartilha de uma série criada para responder às principais dúvidas sobre a doença. “Como fortalecer a memória e aumentar a concentração” é uma lista prática de técnicas e exercícios para preservar a capacidade cognitiva. Todas as dicas podem ser feitas sem a ajuda de um profissional ou a necessidade de materiais específicos. Talvez não seja possível colocar todas em práticas. ...

Leia Mais

fortalecer memória e aumentar concentração

Pesquisa mostra nova terapia para reduzir os tremores

Cientistas seguem em busca de algo para controlar os tremores, um dos sintomas mais conhecidos da doença de Parkinson. A última novidade, apresentada em uma pesquisa da University of Virginia School of Medicine, nos Estados Unidos, sugere que terapia baseada em ultrassonografia pode reduzir os tremores em pessoas que não se beneficiam dos efeitos da medicação anti-parkinsoniana. (mais…)

Leia Mais

reduzir os tremores

Entenda o que são parkinsonismos e como tratá-los

Quando se fala em tremor, Parkinson é a primeira doença que vem à mente. Porém, já se sabe que tremores podem atingir mesmo quem não tem Parkinson. O mesmo acontece com outros sintomas neurológicos. Eles acometem pacientes de Parkinson e pessoas que não têm a doença, mas sim outras formas de parkinsonismo. Confuso? Entenda a seguir o que são parkinsonismos e como se diferem da doença de Parkinson. (mais…)

Leia Mais

o que são parkinsonismos

Doença de Parkinson: busque informações relevantes sempre

A informação é a melhor ferramenta para lidar com uma doença. Conhecer como ela afeta o organismo, quais são os tratamentos disponíveis e como é possível controlar os sintomas ajuda a enfrentar os desafios impostos por ela. Veja aqui 7 fatos importantes sobre a doença de Parkinson:   (mais…)

Leia Mais

7 fatos importantes sobre a doença de Parkinson

Exercícios melhoram o equilíbrio e reduzem quedas

Um dos principais acidentes domésticos com idosos são as quedas. Elas podem ser dramáticas e devastadoras. Mais de 90% das fraturas de quadril, por exemplo, acontecem após uma queda. No Brasil, os números também confirmam a fragilidade dos mais velhos: há uma queda para um entre cada três indivíduos com mais de 65 anos e, acima de 80 anos, quase metade das pessoas sofre uma queda por ano. Embora esta fragilidade seja parte do envelhec...

Leia Mais

Exercícios melhoram o equilíbrio

Café não melhora os sintomas do Parkinson

Vários alimentos já foram consumidos em grande quantidade por fazerem bem e, depois de um tempo, banidos da dieta ou, pelo menos, rebaixados do posto. Ovo, abacate, manteiga para citar alguns. Para o paciente de Parkinson, a expectativa por benefícios naquilo que se consome segue a mesma linha. Ora pode e faz bem, ora não altera nada. A última notícia é sobre o café. Ao contrário do que se acreditava, o café não melhora os sintomas do ...

Leia Mais

café não melhora os sintomas do Parkinson

Parkinson e as diferenças entre gêneros

Os sintomas do Parkinson variam de pessoa para pessoa. Mas, à medida que a doença progride, a maioria deles – tremor, rigidez, lentidão dos movimentos, alterações na fala – atinge todos os pacientes, ainda que em intensidades distintas. Os cientistas, no entanto, vêm percebendo algumas diferenças bem sutis na forma como o Parkinson se manifesta em homens e em mulheres. Alguns estudos já mostram que o tremor, por exemplo, é mais ...

Leia Mais

diferenças entre gêneros

A depressão na doença de Parkinson

Quadros de depressão e ansiedade são extremamente comuns em pacientes com doenças crônicas. Em parkinsonianos, transtornos mentais são ainda mais recorrentes. Estima-se que a depressão, isoladamente, é a alteração não-motora mais comum na doença de Parkinson, presente em quase 50% dos pacientes. Quando não tratada, ela chega a intensificar os outros sintomas da doença, além de comprometer a capacidade cognitiva e, consequentemente, ...

Leia Mais

Depressão na doença de Parkinson

Problemas de pele na doença de Parkinson

A doença de Parkinson afeta principalmente os movimentos. Mas, ela traz uma lista extensa de sintomas não-motores: depressão, perda olfativa, alterações na fala e... problemas de pele. Sim, o Parkinson afeta de forma desagradável e, às vezes, grave, a pele, o maior órgão do corpo humano, de diversas maneiras. Conheça os três problemas de pele mais recorrentes na doença de Parkinson e como controlá-los. (mais…)

Leia Mais

problemas de pele no parkinson

Entenda os períodos off no Parkinson

Enquanto não se descobre a cura ou uma forma de impedir a progressão da doença de Parkinson, os tratamentos focam em controlar os sintomas. Para garantir melhores resultados, cuidar rigorosamente das doses e dos horários é fundamental. E, na teoria, ao tomar os remédios com a regularidade correta, flutuações de sintomas não deveriam ocorrer. Porém, à medida que a doença progride, a levodopa, principal medicação usada para substit...

Leia Mais

Entenda o que são e como superar os períodos off