Como dormir bem com Parkinson

Mais da metade dos pacientes de Parkinson relatam noites difíceis. Alguns não conseguem pegar no sono. Outros adormecem com facilidade, mas passam as primeiras horas de sono muito agitados. E, há aqueles que dormem, mas acordam inúmeras vezes durante a noite. Para todos eles, o resultado é o mesmo: noites longas e tensas, dias sonolentos e cansativos. E a dúvida recorrente é: como dormir bem com Parkinson?

Há três fatores principais que fazem com que os parkinsonianos durmam mal e tenham um sono pouco restaurador. O Parkinson, em si, é o primeiro deles. A doença altera a forma como o sistema nervoso regula o sono, deixando-o pouco eficiente. Os tremores também podem despertar quem já está dormindo. A segunda causa são as mudanças psicológicas, comuns aos pacientes. Episódios de tristeza, preocupação e ansiedade e quadros de depressão são frequentemente relatados, o que compromete de forma significativa a qualidade do sono. Por fim, há os efeitos colaterais da medicação. Algumas drogas usadas para tratar o Parkinson são também estimulantes, tornando o sono intranquilo e insuficiente.

Todos os aspectos acima devem ser discutidos com o médico de confiança para que consiga dormir bem com Parkinson. Em muitos casos, pequenos ajustes na rotina ou nos medicamentos resolvem a questão. De qualquer forma, parkinsonianos – e seus cuidadores também – podem melhorar a qualidade das noites com as dicas da fonoaudióloga Giovana Diaferia, da equipe do dr. Erich Fonoff.

  1. Procure deixar o quarto escuro e silencioso. Se não gostar de dormir no escuro, mantenha uma lâmpada azul bem fraquinha no canto do quarto. Isso também garante a segurança caso precise ir ao banheiro à noite.
  2. A temperatura do quarto deve ser confortável – nem fria nem quente.
  3. Evite alimentos pesados e gordurosos à noite e espere duas horas após o jantar para se deitar.
  4. Evite chá preto, chá mate, refrigerante e café no fim do dia. Essas bebidas têm efeito excitante.
  5. Procure fazer exercícios pela manhã. À noite, eles podem espantar ainda mais o sono.
  6. Tome um banho morno e use roupas confortáveis, de acordo com a estação do ano.
  7. Evite ingerir líquido em excesso após às 18 horas para não precisar usar o banheiro durante a noite.
  8. Não consuma bebida alcóolica nem fume antes de dormir. Estes hábitos deixam o sono leve e fragmentado.
  9. Desligue televisão e eletrônicos 30 minutos antes de deitar. O ideal é ter este tempo para preparar o corpo e a mente para o descanso. Uma boa opção é ler ou fazer palavras cruzadas com um foco de luz indireto.
  10.  Se tiver dificuldade para adormecer em 15 minutos, saia do quarto. Leia um pouco e volte para a cama.

Atualizado em 10/08/2017.