Alterações na visão podem ser sinal de Parkinson

02/08/2017

O tremor ainda é o sintoma mais conhecido do Parkinson. Mas antes de ele se instalar e de a doença ser diagnosticada, o corpo envia outros sinais, muitas vezes não percebidos ou não associados a ela. A mais nova descoberta é nessa área. Um estudo recente, publicado na revista científica Radiology, mostra que mudanças no sistema visual podem estar ligadas ao Parkinson e surgem antes de qualquer outro sintoma evidente. Ou seja, alterações na visão podem ser sinal de Parkinson.

De acordo com o oftalmologista responsável pelo estudo Alessandro Arrigo, da Universidade Vita-Salute San Raffaele, na Itália, a visão dos parkinsonianos apresenta diversas diferenças se comparada a de pessoas saudáveis da mesma idade. Após realizar exames de imagem por ressonância magnética com os participantes, foi possível detectar alterações nas estruturas dos olhos dos pacientes de Parkinson, o que não aconteceu com os demais. Arrigo afirmou, em entrevista coletiva sobre seu estudo, que os sinais podem anteceder os sintomas motores em mais de uma década.

Exames clínicos também já mostraram previamente que os parkinsonianos percebem cores com mais dificuldade, enxergam com menor acuidade e tendem a piscar menos vezes, o que compromete a saúde dos olhos.

Pesquisas, como essa italiana, são importantes para entender o Parkinson e sua progressão e também para pensar em novas abordagens de tratamento.

O que é a doença de Parkinson?
O Parkinson é caracterizado pela perda dos neurônios que produzem a dopamina no cérebro. Sem essa substância, surgem a falta de controle nos movimentos e os tremores, além de diversos sintomas não motores. Como todos esperam apenas os sintomas motores, outros sinais se instalam sem que sejam percebidos e, consequentemente, tratados. É importante saber que o tremor não é o único nem o mais importante sinal de Parkinson.

Saiba mais sobre os sinais iniciais do Parkinson.

Atualizado em 05/08/2017.


Participe da comunidade Parkinson Hoje no Facebook.